Alunos do Projeto Inteligência Emocional finalizaram o semestre com um passeio pela Trilha em excursão organizada pelos voluntários

No dia 29 de junho os alunos do Projeto Inteligência Emocional na Escola finalizaram o semestre com um passeio pela Trilha Ecológica Hermann Wever, que fica na localidade-sede da empresa, em São Paulo (SP). A excursão foi organizada pelos voluntários do Projeto que se empenharam em cada detalhe, desde o lanche comunitário até a entrega de Gibis educacionais.


O resultado foi um sucesso e contou com depoimentos inspiradores como o da Laura, 11 anos: “Eu gostaria de agradecer em nome de todos os alunos o carinho que vocês nos receberam, e todo o esforço que tiveram. Nós gostamos muito!”. A aluna Mirella, 10 anos, perdeu o medo de se expressar em público e agradeceu a presença de todos os voluntários, que segundo ela “cuidaram da gente hoje e durante todo o curso.”. Para a Stephannye, 11 anos, aquele foi “sem dúvida o melhor dia do ano”

Sobre o Projeto

O Projeto Inteligência Emocional beneficiou até o ano passado aproximadamente 6200 estudantes e seus familiares e 820 professores, contando com o apoio de 64 voluntários Siemens. Foram mais de 260 mil atendimentos psicológicos individuais e coletivos que alcançaram resultados bastante satisfatórios.


Parceria que rendeu frutos

A parceria entre a Fundação Siemens e a EMEF Rui Bloem existe desde 1997 e atua em conjunto com a UBS e o Conselho Tutelar de Pirituba. Todos os alunos do Fundamental I participam das atividades semanalmente, em grupos de 20 a 30 alunos durante aulas de 45 minutos. São realizadas dinâmicas, jogos, filmes e rodas de conversas, que trabalham o desenvolvimento do autoconhecimento, automotivação, as relações interpessoais e a empatia. Além disso, toda quinta-feira 20 colaboradores voluntários da Siemens trabalham durante 1h questões de inteligência emocional com esses jovens.

Segundo pesquisas de mensuração de impacto do Projeto o número de alunos que constantemente estavam envolvidos em atos de indisciplina caiu de 46% para 3,5% do total de alunos da escola, e houve melhora de 14% nas habilidades sociais. Além disso, 89% dos alunos notaram melhora nas relações interpessoais e 90% deles perceberam mudanças no comportamento dos seus colegas. Na avaliação dos professores, 92% acreditam que melhorou a relação entre os alunos, 90% perceberam melhora na disciplina e 92% dos professores acreditam que aumentou o seu próprio autocontrole.


A comunidade beneficiada

A EMEF Rui Bloem está inserida em uma comunidade com situação socioeconômica bastante desfavorável e índice de vulnerabilidade social alto. O Jd. Santo Elias possui o 15º IDH mais baixo entre os distritos paulistanos, e é considerado o 2º bairro em número de latrocínios e 5º bairro em homicídios dolosos, segundo dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública de SP- 2017. O Brasil aparece também em 1º lugar no ranking de violência em escolas, conforme pesquisa da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE).

O Projeto atua diretamente no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) número 4, Educação de Qualidade, que assegura a educação inclusiva e equitativa, promovendo oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos, garantindo que os alunos adquiram conhecimentos e habilidades necessárias para promover, por meio da educação, direitos humanos e uma cultura de paz e não violência. O Projeto também atua diretamente com a ODS número 3, Boa saúde e bem-estar, prevenindo o abuso de substâncias entorpecentes e promovendo saúde mental.

O vínculo estabelecido entre os alunos e os profissionais da equipe cria uma relação de confiança e respeito que possibilita um espaço para acolhimento, orientação e encaminhamento de crianças e familiares envolvidos em ambientes violentos ou de abandono.

A Siemens acredita que investir o desenvolvimento integral das crianças para que possam aprimorar seu potencial na plenitude é garantir um dos maiores e mais importantes direitos das crianças e adolescentes.